sexta-feira, 3 de abril de 2009

Ovos de Páscoa: muito açúcar e gordura - Publicado por Jairo Len e Decio Len

Para tentar manter a boa saúde das crianças, existe uma quantidade máxima recomendada para ingestão diária de açúcares e gorduras - entre outros nutrientes.
A "Pro Teste" realizou o teste em 30 ovos de Páscoa presentes no mercado.

A conta é a seguinte:

Cada 25 g de ovos de Páscoa deve conter menos de 20% das quantidades máximas de gordura de açúcar permitidas para as crianças:
Crianças abaixo dos 3 anos podem ingerir diariamente até 11 g de gorduras e 26 gramas de açúcar. Entre 4 e 6 anos os valores são 16 g e 36 g, respectivamente. E acima de 7 anos, 19 g de gorduras e 44 g de açúcares.


RESULTADO:
Abaixo dos 3 anos, todas as marcas avaliadas foram consideradas não recomendadas.

Entre 4 e 6 anos, só o marca "Sonho de Valsa" ficou dentro dos limites aceitáveis.

Acima dos 7 anos, as marcas Kinder Ovo Maxi, Max Steel, Smilinguindo, Barbie Mini Bailarina, Trakinas e Nestlé Moranguinho ficaram dentro do aceitável.

Os campeões de gordura e açúcares foram os ovos Top Milk e Kopenhagen ao Leite.

Portanto, nesta Páscoa, moderação com os chocolates para as crianças. Para estourar os limites totais de açúcar e gorduras diários basta uma criança comer 125 g dos ovos de Páscoa (dos que passaram pelo teste!).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.