quinta-feira, 7 de maio de 2009

UMIDIFICADORES DE AR - Publicado por Jairo Len

Definitivamente chegou a estação do ar seco em São Paulo. A tendência, até agosto, é da maioria dos dias apresentar umidade relativa do ar abaixo dos 50%, podendo chegar a 25%. O ideal é tentar manter a umidade relativa do ar acima de 50 %.
O único modo de melhorar um pouco são os umidificadores (produzem umidade "a frio") ou os vaporizadores (produzem vapor, umidade "quente").
Ambos servem para a mesma coisa - e cada família tem suas preferências.
Como nesta época do ano existem dias de calor, a meu ver os umidificadores são melhores que os vaporizadores - não esquentam o ambiente. Não que os vaporizadores funcionem como aquecedores...mas eles esquentam um pouco o quarto.
Além disso umidificadores não tem o risco de causar queimaduras nas crianças que, acidentalmente, põe a mão no aparelho - o que eu já vi acontecer com os vaporizadores.
Sempre que a umidade relativa do ar estiver abaixo de 50%, estes aparelhos devem ser usados - principalmente nas casas em que as crianças tenham tendências alérgicas das "vias aéreas " - rinites, sinusites, asma, brinquites...

Não tenho uma marca específica para recomendar- existem inúmeras marcas em farmácias, casas cirúrgicas, internet, com preços variando de R$ 50,00 (vaporizadores são sempre mais baratos) a R$ 300,00. Quando compro, procuro sempre um fabricante que ofereça assistência técnica "fácil", e de uma marca mais conhecida.
Prefira sempre os silenciosos e com regulagem de vazão. Todos tem consumo de eletricidade parecido (40 a 60W) e esqueça as promessas de ionização, purificação, etc...

2 comentários:

  1. Dr Jairo,
    Sempre quando precisa uso o umidificador porém tenho uma dúvida: ele deve ficar ligado a noite toda? Ou apenas durante um tempo?

    ResponderExcluir
  2. Dr. Jairo,

    Também tenho essa dúvida, deixo ou nao ligado a noite toda, perto ou longe da criança?

    Obrigada
    vivianeoliveira_santos@hotmail.com

    ResponderExcluir

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.