segunda-feira, 1 de junho de 2009

Meningites virais X Meningites bacterianas - Publicado por Jairo Len

Outono - época do ano é propícia para doenças infecciosas - entre as quais as meningites. Sempre me perguntam se estamos com "epidemia" de meningites nesta época do ano. Não. Meningite é "endêmica" no outono, ou seja, os casos aumentam naturalmente, sem suplantar o patamar anual, o que faria a gente ter uma epidemia (vide influenza A/H1N1).
As meningites podem ter duas causas, principalmente: VIRAIS e BACTERIANAS.
As bacterianas são as mais raras e graves e, ainda que existam vacinas contra elas, sempre devemos lembrar que não são 100% evitáveis. As crianças recebem rotineiramente as vacinas contra meningites bacterianas causadas por: hemófilus, pneumococos, meningococo C, meningococo A (rara).
Nos casos de meningite bacteriana em escolas (dúvida frequente), quem teve contato DIRETO com o "doente" deve receber antibiótico profilático. Entenda-se por contato direto os colegas de classe, pais e irmãos, professora. Não devem receber a profilaxia o irmão do coleguinha de classe, o filho da professora, o sujeito que desceu no elevador junto com a criança. Não há necessidade de suspensão das aulas se houve caso de meningite bacteriana na escola, mas com frequência vemos que isso acontece.

A meningite viral é causada por diversos vírus, principalmente o Adenovírus.
Contra a meningite viral não existe vacina. É bem mais comum que a bacteriana. De uma forma geral, é uma meningite "benigna", não causando sequelas ou risco de vida. Raramente a criança é internada, porque não há necessidade de qualquer tratamento.
Quem teve contato direto com o portador da meningite viral não precisa tomar qualquer remédio. O vírus se espalha entre as pessoas, mas é raríssimo causar meningite - causa resfriados, diarréia, viroses...e em uma porcentagem baixíssima atinge as meninges causando o quadro de meningite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.