terça-feira, 28 de julho de 2009

Adiar a volta às aulas? - Postado por Jairo Len

Como hoje recebi dezenas (sem exagero) de ligações e, a maioria delas me perguntava sobre "adiar a volta às aulas por causa da gripe suína", vou falar um pouco do que eu penso sobre o assunto.

Inicialmente, afirmo categoricamente que sou contra adiar a volta às aulas.

A epidemia de Influenza A teve seu pico durante as férias de julho, bem longe das aulas. A transmissão teve seu pico longe das escolas.

Tive inúmeros casos confirmados na Clínica com Influenza A (suína ou sazonal, não sabemos). Aparentemente nenhuma criança adquiriu a doença na escola, e a maioria não teve contato com pessoas que vieram de países "de risco" ou viajaram. De modo que a doença já circula e contamina por aqui mesmo, no Brasil, como todos sabemos.

Nenhum país do mundo "civilizado" (que cuida e respeita seus cidadãos) adiou a volta às aulas ou antecipou as férias. Nos Estados Unidos, o que houve foi uma pausa de uma ou duas semanas em escolas que tiveram casos na nova gripe.
Assim se controlou a evolução da epidemia. A partir de 12 de julho os casos de gripe suína começaram a diminuir nos Estados Unidos, ainda que se mantenham, até agora, acima da média para a época do ano.

"Empurrar com a barriga" o problema por mais duas semanas não resolve o problema. E pode causar inúmeros transtornos à rotina.
Quantos casos de Gripe Suína houve nas creches municipais? ZERO. Mas a Prefeitura suspendeu o funcionamento das creches municipais de São Paulo. Imagine o tamanho do transtorno que isso causará às mães, sem uma justificativa inteligente.
Cada indivíduo, cada escola e cada família tem o direito de tomar suas decisões, e isso faz parte do direito de cada um. Cada decisão deve ser respeitada e seguida, mas tomada com o máximo de responsabilidade, principalmente quando se trata do coletivo.

Um comentário a mais: pensa-se em adiar as aulas. Mas tente comprar um ingresso para uma peça de teatro ou um show infantil em São Paulo (como Palavra Cantada ou Saltimbancos): "lotação esgotada". As mães estressam, mas vão ao teatro e demais aglomerações...

Vamos ter coerência.
E, como sempre, para finalizar: lugar de criança doente é em casa, em repouso, e não na escola, no teatro, na patinação no gelo...

Um comentário:

  1. Jairo , tenho lido toda semana seus post, e concordo com todos.
    ENviei seu link para a escola dos meus filhos,para a escola que trabalho e para amigas que desesperadas ( algumas vc até conhece) querem saber se vou ou não enviar meus filhos para a escola. Não só vou ,como já mandei alguns dias no curso de férias.
    Criança em casa só de férias ,final de semana ou doente.
    Parabéns pelo blog ,pelas explicações , e continue sim reforçando a frase : As escolas e pais devem ser RIGOROSOS, e criança doente é em casa com mãe, pai , avó, babá......o que for....essa desculpa de que não tem com quem deixar me cansa.......ñão tem que deixar com ninguém mesmo.....se estádoente a mãe é o melhor remédio...
    Obrigada por tudo sempre.
    Bia

    ResponderExcluir

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.