segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Gripe Suína - Como estamos? - Postado por Jairo Len

ANO PASSADO - Em primeiro lugar, gostaria de lembrar um dado muito importante, que tenho repetido nas conversas em que me perguntam se "a coisa já acalmou em relação à gripe suína":
No ano passado, 2008, foram constatadas 800 mortes por Influenza, no Brasil.
Na pandemia de gripe suína de 2009, são contabilizadas 660 mortes, até agora. Não é pouco, mas não me lembro deste pânico no ano passado...

Não diminuo assim a pandemia, mas toda a "síndrome de pânico-gripal" foi (é) um pouco exagerada. O ideal - a avaliação e medicação precoces, assim reduzindo a mortalidade, é que ficou a desejar no Brasil.
Estressados devemos ficar ao comparar as informações contidas no site do Ministério da Saúde (portal.saude.gov.br) com o que aparece no Centro de Controle de Doenças norte-americano (CDC - http://www.cdc.gov%20/h1n1flu/). Dê uma olhada para ver como os norte-americanos estão preparados e como tem dados absolutamente precisos dobre a Gripe Suína. Os EUA, país de 300 milhões de habitantes, teve números totais de óbitos bem menores que o recordista mundial (país do governo da marolinha aonde tudo está sob controle).

CASOS NO DIA-A-DIA - Como a Gripe não é doença de notificação compulsória, não sabemos o número total de casos, mas o dado concreto é que o número de óbitos por Gripe vem diminuindo bastante. Ainda existe, porém, risco, e não se deve baixar a guarda.
Na minha prática do dia-a-dia, sem valor estatístico, posso dizer que o números de casos suspeitos nas crianças e seus familiares também caiu bastante nas últimas duas semanas.

ESCOLAS - Em relação às escolas, espero que fique a lição que lugar de criança doente é em casa.
Mas não posso deixar de comentar: que exagero! Assim como terceirizam hoje em dia todos os problemas das crianças (reuniões, mãe, pai, psicopedagoga, psicomotricista, T.O. psicóloga...), as escolas estão tentando lavar as mãos (sem trocadilho) em relação à Gripe Suína. Quem antes deixava entrar crianças com febre e estomatite agora quer atestado porque a criança está com uma simples coriza.
O necessário é discernimento e profissionalismo. Escolas que cobram entre R$ 1.500,00 e 3.000,00 por mês por criança podem ter uma enfermeira capacitada (capacitada, não "estressada") no seu quadro de funcionários e um médico pediatra para dar consultoria - quando não plantão, em épocas como essa.

TAMIFLU - Nos casos em que precisei usar, não tive problemas em receitar e os familiares buscarem nos centros de distribuição.

VACINA - Dezenas de laboratórios pelo mundo estão desenvolvendo a vacina, mas não há nada de concreto. Parece que vai ser em dose única. Nos Estados Unidos, a vacinação começa em breve. Como tenho falado, não acho que a vacina deve ser encarada como o "milagre" que vai fazer a pandemia acabar. A gripe que matou 800 pessoas no ano passado tem vacina disponível para todos...

Assim que tiver novidades (a vacina, a segunda onda, ...) escrevo mais sobre a Gripe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.