segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Como anda a Gripe Suína? - Postado por Jairo Len

Faz tempo que não escrevo sobre a Gripe Suína. Acho que é porque o assunto está praticamente esgotado, no sentido de prevenção, diagnóstico, tratamento, etc..
Mas aí segue um breve up-to-date de como as coisas estão:
- Ainda vemos casos de H1N1 semanalmente, mostrando que, se a epidemia já passou, ainda existe um número endêmico de casos. Não se deve baixar a guarda, por enquanto.
- Não houve e nem há falta de Tamiflu (Oseltamivir) para ninguém. Muito pelo contrário... Parece até que alguns hospitais estão "dando saída" ao remédio, prescrito de forma deliberada, a meu ver.
- O diagnóstico da Gripe Suína (PCR para H1N1) já pode ser feito "naturalmente", como sempre fizemos com todas as doenças: podemos pedir o exame que alguns laboratórios (como o Einstein, por exemplo) já realizam. Resultados em 24 horas.
- Ter o teste do H1N1 disponível não muda muito a conduta médica - mas ajuda muito nos casos subsequentes na família - uma vez que podemos ter certeza se realmente é o H1N1 (na maioria das minhas suspeitas, o exame veio negativo). Fazer o exame em todos os casos suspeitos também diminuiu bastante o absenteísmo escolar.
- Muitos pais tem me perguntado sobre as férias 2009/2010...A priori, não vejo motivos para se evitar qualquer lugar do planeta por conta da Gripe Suína. O pior foi aqui no Brasil.

ALGUNS DADOS SOBRE A EPIDEMIA:
- De cada 100 óbitos causados pela Gripe Suína, 45 pessoas eram saudáveis anteriormente e 55% tinhas outras doenças associadas.
- Até 9 de outubro os dados oficiais contabilizam 900 mortes em todo o Brasil, atribuídas à Gripe Suína. Para recordar, este é um número semelhante ao total de mortos pelo Influenza A sazonal em 2008.
- Dados internacionais atribuem ao H1N1 responsabilidade por 90% das Gripes em 2009.
- Acredita-se que 40 a 50% da nossa população teve contato com o novo vírus.
- Mais uma vez, vale a máxima que dinheiro traz saúde: a principal causa de morte no Brasil (campeão mundial de mortalidade por Gripe Suína) foi o diagnóstico tardio, falta de kits para exame (em nível de saúde pública), uso tardio de Tamiflu, falta absoluta de UTIs de bom nível para dar suporte aos casos mais graves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.