quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Cuidado com as amizades! - Postado por Jairo Len

Se seu melhor amigo torna-se obeso, suas chances de também ficar obeso nos próximos dois anos aumentam em 57%. Caso seu amigo também o considere como um melhor amigo, a probabilidade salta para 171%.
O estudo, com 12 mil participantes, está publicado na edição de julho/2010 do New England Journal of Medicine e os autores são professores das universidades de Harvard e San Diego. Portanto, tem credibilidade...
Vieses a parte, outras estatísticas do mesmo gênero, no estudo:
Se um irmão engorda, a chance do outro engordar é de 40%.
Se o marido ou a mulher engordam, a chance de ser seguido é de 35%. E pessoas do mesmo sexo tem mais influência sobre as outras do que pessoas de sexos opostos.
Neste estudo procurou-se afastar todas as causas externas, como mudanças de cidade, de bairro, da proximidade com fast-food... O importante mesmo é só a amizade.
De alguma forma, o cérebro interpreta a norma de saúde baseando-se naqueles com quem interagimos. Essa interpretação influencia no quanto comemos, nos exercitamos ou mesmo o que consideramos estar fora do peso ideal. Isso mostra que as redes sociais parecem muito mais fortes do que imaginamos, superando até mesmo a ação da mídia. Vale para obesidade, magreza, fumo, álcool, vinho, etc..

Quinhentos anos antes de Cristo, Pitágoras parece que já sabia disso...

"Os amigos têm tudo em comum, e a amizade é a igualdade"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.