quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Molusco contagioso - Postado por Jairo Len

Quero falar hoje de uma doença de pele muito comum, mas que só conhece quem já teve um filho acometido: o Molusco contagioso ou Molusco infeccioso.
Semanalmente tenho casos lá na Clínica e de vez em quando as escolas mandam uma cartinha dizendo que na classe do seu filho houve um caso de Molusco.
O Molusco, na verdade, é uma pequena verruga viral causada pelo poxvírus. Acomete crianças de qualquer idade, sendo rara antes de um anos e mais comum entre dois e quatro anos. O contágio se dá por contato direto ou indireto (toalhas, roupas, mãos de cuidadores...) e a incubação é bem demorada, com as primeiras lesões aparecendo após um ou dois meses do contágio.
O interessante é que há uma predisposição individual a ter ou não ter Molusco - a maioria das crianças que tem contato não adquire as lesões. Só algumas, sempre as mesmas...
As lesões são muito pequenas, 2 a 6 mm de diâmetro cada uma, brancas ou “perolizadas”, com uma umbilicação central. Em geral não coçam, mas há crianças que relatam prurido. Aparecem com frequência na face, tronco e axilas. Multiplicam-se na mesma região do corpo, podendo chegar a dezenas de lesões.
A melhor forma de curar é com a retirada mecânica das lesões (o dermatologista é quem faz), usando um creme anestésico antes. Duas ou três sessões podem ser necessárias, com intervalos bimestrais.
Existem algumas pomadas que podem ser usadas (como o Aldara), há que use o Verrux ou Duofilm, e já me contaram até simpatias para resolver o problema. Baseado em evidências, recomendo mesmo a retirada de cada lesão.
Se você receber a cartinha da escola, não há nada para ser feito como forma de prevenção - só ficar de olho nas micro-lesões, como estas:




24 comentários:

  1. ola minha filha de 10 anos foi a que primeiro pegou depois a de 3 ja levei em varios medicos e nada foi feito para a cura pode ate tirar mas parece que cada uma que vc tira aparece duas no lugar não sei mais oque fazer dizem que não tem remedio so o tempo pode curar agora estou passando o oleo de malaleuca dizem que e bom vou tentar tambem levar ela em um infectologista pois ja levei em dois dermatologistas e um pediatra que nada fizem para ajudar não queria so a cura para cada lesão que aparece e sim o fim delas aparecerem me ajudem OBRIGADA....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcela este ano mesmo eu fiquei com molusco, então, eu e minha família fomos á praia e quando chegamos em casa a água salgada já tinha tirado tudo, claro, ficou algumas cicatrizes mas bem pequenas

      Excluir
  2. Sofri com esse problema com minha filha. Testei de tudo e até o óleo citado no comentario acima. O que resolveu MESMO, foi abafar as bolinhas com esparadrapo, deixar elas fecadas por mais ou menos 1 semana ou duas. Algumas infeccionam e somem, outras apenas somem. Façam que realmente dá certo.

    ResponderExcluir
  3. A MINHA FILHA DE 7 ANOS ESTÁ COM ESSE MESMO PROBLEMA NAS COSTA, NÃO É MUITO, MAIS JÁ LEVEI ELA AO MEDICO E ELE PASSOU UMA POMADA CHAMADA FOLDAN MAIS INFELIZMENTE NÃO ESTOU VENDO RESULTADO...
    ESTOU FAZENDO TODAS AS NOITES UMA COMPRESSA DE GELO PRA VER SE ACABO COM ESSAS BOLINHAS!!!
    MAIS SE ELA NÃO MELHORAR VOU LEVA-LÁ AO MÉDICO NOVAMENTE. MAIS VOU TENTAR ABAFAR COMO VI NESSE DEPOIMENTO ACIMA.

    ResponderExcluir
  4. Passei minha filha por 5 dermatologistas e 3 pediatras todos falaram que tem que ser retirado com uma anestesia geral por ter bastante ela tem cerca de 30 moluscos na axila esquerda coça quando está calor e chega a sangrar. Será que é muito perigoso fazer a retirada com anestesia geral. Os médicos disseram que é muito doloroso a retirada com anestésico local e ela não aguentaria a dor. Alguém pode me responder.
    chrisamaro31@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A anestesia geral tem sido usada com frequencia para a retirada de moluscos, quando estão em número grande, como o da sua filha.
      A anestesia, quando feita por profissionais capacitados e em bons hospitais é bastante segura.

      Excluir
  5. meus dois filhos estao com moluscos e ja consegui a micro cirurgia, tem algu8m risco

    ResponderExcluir
  6. Eu tive qd criança e apesar de uma dermatologista recomendar a retirada mecânica, minha mãe procurou um outro médico que receitou uma pomada preta, curitibina, para calos, sarou tudo em pouco tempo e sem sofrimento, não tenho nenhuma marca, ás vezes terapias alternativas são mais bem sucedidas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc poderia me dar o nome dessa pomada,a que eu estou passando no meu filho não esta´adiantando,por favor me responda,meu email é ana.paula38@yahoo.com.br

      Excluir
    2. Olá gostaria também do nome desta pomada, por favor ! Obrigada, Ingrid.
      ipetrungaro@gmail.com

      Excluir
    3. Meninas ela escreveu nome da pomada logo acima "curitibina" (A CURITYBINA) :)

      Excluir
  7. minha filha tem 4 anos e tambem tem molusco ja foi ao medico mas não resolveu nada e cada dia que passa aparesce mais.oque devo faser?

    ResponderExcluir
  8. Para a retirada completa dos moluscos são necessárias 3 a 4 sessões de curetagem, bem como o uso de cremes específicos nos intervalos entre as curetagens.
    Sugiro que procure o(a) dermatologista.

    ResponderExcluir
  9. Eu sou adulto e a primeira vez q tive isso levou 2 anos pra sarar, quanto mais eu fazia curetagem mais apareciam, chegava ao ponto de ter q ir quase toda semana na dermatologista, já tinha virado minha segunda casa! Agora depois de 2 anos q curei reapareceram de novo. A médica q fez as curetagens na época disse q esse era o único tratamento! Mas agora não quero recorrer mais a ele pois no meu caso só piora. Ainda estou com 3 lesões e to usando esparadrapo em cima pra mante-las abafadas e estão reduzindo de tamanho.

    ResponderExcluir
  10. Minha bebe de 1ao e 10 meses, esta com muitas dessas bolinhas, no peito, costa, e axilas, ja estou em prantos, pois não sei oque fazer.
    Ja tentei abafalas, mais inflamam e elas coça muito e chora, affsss
    Molusco do capeta !!!!!

    ResponderExcluir
  11. Minha bebe esta com muitas no toráx, ja estou super preocupada, pois não vejo melhoras, tentei abafalas, mais inflamam muito e ela chora, affss.

    Molusco do capeta !!!!

    ResponderExcluir
  12. bom dia senhor jairo gostaria de saber , se possivel, onde eu encontro mais informaçoes sobre o molusco contagioso, informaçoes do tipo: origem, tratamento, primeiro caso etc. se souber fico agradecido se puder compartilhar essa informçao comigo! e-mail para contato lucas7.af@gmail.com
    obrigado

    ResponderExcluir
  13. Minha filha ta com esse vírus o q eu faço,ela so tem 1ano e 2 meses..

    ResponderExcluir
  14. como faço para resolver o problema da minha filha que estar com esse problema de moluscos , ela só tem 7 banos então quando nos fazemos o tratamento com o verrux ela não aguenta , não sei mas o que faço nos já levamos no dermatologista e ele recomendou esse tratamento, sera que não existe uma pomada para servi como nestesia para ficar dormente a região onde vai ser aplicada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existem algumas pomadas anestésicas para ajudar na diminuição da dor quando se retiram os moluscos. O melhor tratamento é a remoção.

      Excluir
  15. a dermatologista passou ´para minha filha de seis anos potássio em solução para queimar o molusco primeiro ele queima ,inflama e depois forma uma casquinha isso funciona mesmo parei de passar pois queima muito ela disse tadinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O KOH é uma das opções válidas para tratamento de moluscos infecciosos.

      Excluir
  16. Olá, meu filho tem 18 meses a barriga, costas e braço estão cheio de moluscos. Ja levei em 2 dermato pediatra e indicaram pingar Tuya que é homeopatico. em um pouco mais de 1 mes nao estou vendo nenhum tipo de resultado. Me aconselharam a fazer a remoção no hospital com anestesia geral, devido a idade dele. Vc acha aconselhavel esse tipo de procedimento?

    ResponderExcluir

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.