quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Dores de crescimento - Postado por Jairo Len

Uma das queixas mais comuns na clínica pediátrica são as dores nas pernas.
Na maioria das vezes, as causas de dores em membros inferiores são absolutamente benignas - e a mais comum destas dores é a "dor de crescimento". O nome é considerado incorreto, mas foi dado há 170 anos e assim se mantém.

Estas dores tem algumas características típicas:
- Ocorrem em crianças entre 2 e 12 anos (pico entre 4 e 6 anos),
- No fim da noite ou na primeira metade do sono (mais comum),
- Nas pernas: coxa, canela e panturrilha,
- Fazem a criança acordar,
- Em geral você chega e seu filho está esfregando a mão na área que doi,
- Não acometem as articulações,
- São de rápida duração, entre 10 e 30 minutos,
- Melhoram antes do Tylenol ou Alivium que você deu fazer efeito...

Não se sabe exatamente o que causa estas dores. Algumas teorias falam do impacto sofrido durante o dia, outras que é o periósteo (camada que reveste o osso) sendo esticado pelo crescimento ósseo. Na verdade, a causa não importa muito, porque se trata de algo benigno e transitório, sem qualquer tipo de sequelas.

O que fazer nas crises de dor?
- Massagear o local com as mãos, e eventualmente passar algum daqueles cremes anti-inflamatórios ou mentolados (tipo Cataflam gel, Gelol, Arnica, entre outros). Se as crises estão sendo diárias, estes cremes podem ser utilizados antes de dormir,
- Analgésicos por via oral, dependendo da intensidade da dor,
- Conversar muito com a criança e explicar que se trata de coisa benigna.

Apesar de ser uma dor simples de ser diagnosticada, quando estas crises se iniciam é interessante a avaliação do pediatra (ou do reumatologista pediátrico ou do ortopedista) para se afastar quaisquer outras doenças dos membros inferiores.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.