sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Engatinhar - Postado por Jairo Len

Perguntas frequentes como "quando nosso filho vai começar a engatinhar?" ou "quais são os problemas para o futuro se meu filho pular a fase de engatinhar?" eu ouço todos os dias.
Para conseguir entender melhor os pais, com frequência eu apelo ao Google e procuro algum termo top-ten. Fiz isso com engatinhar. Poucas vezes li tantas asneiras - desta vez com assinatura de pediatras e psicólogos - falando sobre o tema.
Em sites com alguma credibilidade, inclusive, profissionais falando que é "fundamental" engatinhar, que "não se pode pular esta fase", e assim por diante.
Engatinhar não é fundamental, apesar de ser considerado por muita gente leiga (ou não) um critério maior do desenvolvimento, não é.
Manter-se sentado (entre 6 e 7 meses) ou ficar em pé/andar com apoio (10 ou 11 meses) é muito importante e uma criança que não faça estas coisas deve ser avaliada com critério, mas aqueles que não engatinham (10 a 20% das crianças) não tem qualquer atraso nem terão problemas no futuro - desde que os outros pontos do desenvolvimento estejam em dia.
Li um interessante estudo do Prof. David Tracer, antropólogo da Universidade de Denver, Colorado, avaliando bebês da Papua Nova Guiné, aonde nenhuma criança engatinha. Ele notou que elas são carregadas e colocadas no chão sempre sentadas, e muito cedo se estimula a andar. Todas andam sem engatinhar antes. Tornam-se hábeis caçadores e se locomovem perfeitamente pela floresta sem nunca ter engatinhado.
Tracer notou, através de suas observações, que engatinhar é um fator cultural. Não é inato engatinhar.

Portanto, esqueça a vizinha comadre e o compadre Google.
Engatinhar não é obrigatório.

Evoluimos (?) - agora somos bípedes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.