quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Recém-nascidos e temperatura - Postado por Jairo Len

Nos últimos dias recebi alguns e-mails e ligações sobre "como vestir o bebê" - certamente pais e mães em discordância sobre o quanto agasalhar recém-nascidos. Soma-se a isso o clima de São Paulo, com variações imprevisíveis na temperatura diária - temos amplitude térmica de 15º C em dias comuns, com mínima de 16ºC e máxima de 31ºC...
O quanto colocar de roupas e climatizar é motivo de discórdia entre o casal, isso sem contar quando as avós (100% friorentas) também opinam.
Bebês sentem o mesmo frio e o calor que nós adultos - eles já tem sensibilidade térmica e capacidade de regular a temperatura como a gente.
Nos primeiros meses de vida podem ter menos capacidade de adaptação a extremos, mas não estamos falando de deixar recém-nascidos na neve ou na sauna.
Acho que os bebês passam calor, em geral. Pelo menos na minha amostragem, muitos estão com excesso de roupa. Além do bebê-conforto, acessório de segurança fundamental que é um habitáculo, quente e não ventilado.
Sempre dou o exemplo na sala de consulta, num dia de temperatura amena: eu estou de manga comprida e avental, o pai de camisa polo, a mãe com uma malha bem fina...mas ninguém está com casaco de lã ou cobertor. Portanto...o bebê pode estar como um de nós...
Lembro sempre que as mãos e pés dos bebês são sempre frias - não servem de termômetro ou termostato.
O mesmo vale para a climatização de ambientes: guardados os cuidados em extremos e umidificação do ar, todos que moram num país tropical merecem uma temperatura regulada, com ar condicionado ou aquecedores, quando for o caso.
No quesito temperatura, bebês, crianças e adultos tem o mesmo direito.

Modelito adequado para países com neve, por exemplo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.