terça-feira, 10 de abril de 2012

Adultos, vacinem-se - Postado por Jairo Len

O calendário de vacinação para as crianças brasileiras é bastante abrangente, um dos mais completos do mundo. Ainda não é perfeito porque o governo insiste em não vacinar contra catapora, usa a vacina contra rotavírus monovalente (o ideal é a pentavalente) e a pneumocócica é a 10-valente (o ideal é a 13-valente). Chegaremos lá...

O que vejo é que os adultos raramente estão vacinados contra doenças importantes e com relativa frequência. A toda hora recebo telefonemas que "uma prima", "a babá", "a concunhada" estão com alguma doença que poderia ser evitada através de vacinas.
Na Bahia (em Salvador) há dois casos recentes de meningite C. Doença que tem vacina extremamente eficaz e segura.

Portanto, a primeira recomendação: adultos devem ser vacinados contra Meningite C. A vacina é aplicada em dose única. Idealmente deve ser realizada a vacina contra meningites A, C, W e Y (quádrupla), mas na falta desta a Meningite C "simples" deve ser usada.

A segunda vacina muito importante é a tríplice adulto (DPT adulto), contra difteria, coqueluche e tétano - estas duas últimas doenças são muito importantes. A imunidade tem validade de 10 anos.

A vacina contra sarampo, caxumba e rubéola (MMR ou tríplice viral) também é fundamental. A maioria das mulheres está imunizada (por recomendação dos ginecologistas).

As hepatites A e B idem. Doenças importantes, frequentes e 100% evitáveis.
Portanto, a última recomendação, vacina contra Hepatites A e B. Esta é aplicada em 3 doses (0, 1 e 6 meses).

Mesmo que a pessoa não saiba seu estado vacinal, se teve ou não alguma destas doenças, pode receber as vacinas. Não há contra indicação.-

Sugestão: receba as doses de Hepatite A e B. Na primeira dose, faça junto a vacina contra Meningite C. Na segunda dose, receba também a DPT adulto. E na terceira, a MMR.

Se sua última vacina foi essa, é bom atualizar a carteirinha. Isso foi em 1974... Eu me lembro...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.