segunda-feira, 25 de junho de 2012

Férias - Prepare-se - Postado por Jairo Len

Nesta semana, felizmente, acabam as aulas do primeiro semestre. Digo "felizmente" por alguns motivos, mas o principal deles é que os vírus e bactérias também sairão de férias, diminuindo a onda de doenças infecciosas que sempre ocorre nesta época do ano.
Não acho que foi um primeiro semestre muito ruim de doenças como em anos passados, mas bilhetes e e-mails lembraram os pais dos casos de escarlatina, meningite viral, gripe H1N1 e estomatites.

Nas férias é bom que a gente lembre de alguns detalhes, pequenos e grandes:

Um deles é que alguns países requerem a vacina contra febre amarela para os brasileiros que pisem por lá - como Bahamas, Peru, Colômbia, Panamá (mesmo escala de voo para Miami), México, Quênia, entre outros... O rigor desta exigência é variável, mas não vale a pena correr o risco de ter a entrada proibida. Estes países em geral querem, no mínimo, 10 dias de antecedência entre a vacina e a entrada. A lista completa de países e algumas informações úteis você pode ler clicando aqui.

Adultos: lembrem-se da vacina anti-tetânica (a cada 10 anos). Não faz mal repetir a dose antes.
As crianças com vacinação em dia estão garantidas contra tétano até os 15 anos de idade.


Lembro também a necessidade de sempre levar uma farmácia básica, que tenha:
- antitérmicos,
- remédios para enjoos e também para os vômitos mais importantes,
- pomadas (para picadas de inseto e infecções leves de pele),
- antialérgicos (em casos de reações de pele ou respiratórias),
- antibióticos e colírio (estes necessitam de receita e indicação bem específica).
Esta sugestão de lista me vem à cabeça sempre que lembro dos telefonemas durante as férias... Sempre tem as febres, alguma erupção de pele devido a alimentos "novos", picadas de insetos, vômitos, dermatites... Mas, sem dúvida, as crianças adoecem muito menos nas férias, mesmo com todos os abusos.


Para os pais que tem filhos que enjoam no voo, item fundamental é o Dramin B6 gotas (que deve ser dado no momento que entrar no avião). Para o voo não deve ser esquecido também um analgésico/antitérmico em gotas.

Um detalhe básico: o novo passaporte brasileiro não tem o nome do pai e da mãe. Caso seus filhos tenham o sobrenome do pai, recomendo levar carteiras de identidade ou certidão de nascimento.

É isso... Boas férias!








2 comentários:

  1. Dr. Jairo, boa tarde!!
    Sempre recebo com alegria seus artigos via blog. E por isso gostaria que se o sr pudesse me iluminar neste problema:
    Tenho um filho com 6 anos que vomita com uma certa frequencia ( 1x ao mes) sem nehuma causa aparente. Sem febre, sem diarreia, sem tosse - sem nada. E quase sempre a noite, dormindo ( fica agitado, me procura se queixando de dor de barriga, dorme novamente e vomita em media 7 vezes - todo o alimento ate o liquido amarelado. Ja precisei leva-lo algumas vezes para hidrata-lo no hospital. O que e isso? Anteriormente vai dormir bem ,sem queixa alguma. E isso ocorre desde que era bebe. Enfim , sempre tenho receio de como sera hoje a noite, ou em uma viagem, ou na escola... por favor , o que faço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que existe necessidade de uma avaliação parea se chegar à resposta da causa deste vômitos. Alguns exames precisam ser realizados, principalmente para pesquisar causas de refluxo gastro-esofágico.
      Recomendo que procure um(a) gastroenterologista pediátrico.

      Excluir

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.