terça-feira, 21 de agosto de 2012

Botulismo - Postado por Jairo Len

Li hoje que houve 4 casos de botulismo, em uma mesma família, no interior de São Paulo. Provavelmente após ingestão de uma mortadela contaminada.

Afinal, o que é o botulismo?
Botulismo é uma doença grave causada pelas toxinas da bactéria Clostridium botulinum.

A bactéria, por si, só causa doença nos bebês com menos de 1 ano. Por isso não se pode dar mel para eles - o mel (mal manuseado e não pasteurizado) pode conter estas bactérias, que tem risco de se desenvolver no intestino de bebês. Nos adultos a bactéria é ingerida e "morta" pelas nossas defesas.

Já nas crianças maiores e adultos, aonde a bactéria não se desenvolve, o problema é a ingestão dos esporos e da toxina, que o Clostridium fabrica quando está presente nos alimentos contaminados, como conservas (palmito, pequi, picles), embutidos (mortadela), conservas de peixe. No mel a bactéria não esporula nem produz toxinas.

Exemplo: aquele palmito em conserva feito por um produtor que não tem mínimos cuidados e requisitos de higiene e manipulação de alimentos - o palmito contaminado vai para o pote - fica lá 4 meses, e o Clostridium esporulando e produzindo a toxina lá no pote - a comadre abre o vidro, faz a torta, assa bem a massa, o recheio assa pouco - três dias após, vende  a torta em pedaços, na barraquinha da rua, sem reaquecer bem - e temos uma torta que pode ter esporos e toxina botulínica.
Idem para a mortadela semi-caseira que a família de Santa Fé do Sul comeu. Se a mortadela tivesse os conservantes exigidos por lei, não teria sido contaminada por Clostridium Botulinum.

Enfim: segurança alimentar. Aquecimento adequado, geladeira, fervura. Itens básicos hoje em dia.
Palmitos e demais enlatados tem que ter ótima procedência. Embutidos idem. Muito cuidado com produtos alimentares artesanais. Vivemos numa época de busca do "politicamente correto" alimentar, mas temos que lembrar que existem técnicas industriais de segurança alimentar (incluindo conservantes).


Os sintomas do botulismo são neurológicos e musculares. Tontura, visão dupla, boca seca, fotofobia, queda da pálpebra (ptose) e dificuldade para urinar e evacuar são os principais. Dependendo da quantidade de esporos e toxina ingeridos, dificuldades de falar, engolir e se locomover podem se manifestar; assim como paralisia dos músculos respiratórios, o que em 15% das vezes é fatal. Necessita diagnóstico e tratamento imediatos.

Vai um botulismo aí, gente?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.