sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Dr. Google ajudando - Postado por Jairo Len

Quase todos nós utilizamos o Google como primeira ferramenta de informação sobre aqueles assuntos que não dominamos.
Em medicina, os chamados "leigos" (os que não são médicos e afins) buscam informações no Google antes mesmo de perguntar para o médico - ou imediatamente após.
No meu dia-a-dia é assim. Temos que nos acostumar.
Ainda que o Google traga informações de sites nem sempre confiáveis, acho uma ferramenta importantíssima - mas que deve ser usada com cautela. Pode causar mais confusão e pânico do que esclarecimento...

Li na Folha.com: "Pais salvam bebê com tratamento descoberto na internet".
No País de Gales, um casal foi buscar, via Google e outros sites de busca, alguma forma "nova" para o problema que seu filho recém-nascido apresentou: uma hérnia diafragmática, doença rara e muito importante.
Já existe cirurgia para tratar a hérnia diafragmática (que é um "buraco" no diafragma, que aparece ainda na formação fetal, impedindo os pulmões de se desenvolver) - mas o tratamento atual tem severas limitações, não ajudando em todos os casos.

Acharam, via Google, um procedimento chamado Oclusão Traqueal Fetoscópica, desenvolvido recentemente. Somente um cirurgião do King's College Hospital, em Londres, realiza o procedimento em toda a Grã-Bretanha - procedimento ainda em fases iniciais de uso.
"A cirurgia consiste em inserir um minúsculo balão na traqueia do bebê, impedindo a saída normal do líquido pulmonar. Dessa maneira o fluido se acumula nos pulmões, que são forçados a crescer."

A cirurgia foi realizada ainda no útero materno, por laparoscopia, e hoje a criança tem um ano de idade e passa bem.

A meu ver, um exemplo que o Google pode ajudar bastante.
É evidente que os médicos que cuidavam do bebê, ainda na seara da medicina fetal, deveriam ter noção que este procedimento existe - e não deixar que os pais descobrissem por sua conta. Poderiam, antes dos pais, "ter dado um Google".


6 comentários:

  1. Bom dia. Tenho um bebê de 1 ano e 3 meses que toma o leite NINHO FORTIFICADO a uns 3 meses. Ele apresentou colesterol alto no exame de sangue.Pode ser devido a esse leite? Até então ele tomava NAN CONFORT, desde os 2 meses de idade. Amamentei pouco tempo devido a uma inflamação nos pontos da cesárea e tive que tomar antibiótico por 2 vezes, apesar de eu ter bastante leite,acabou secando, infelizmente. Enfim, estou preocupada, pois o pediatra disse que medicamento para colesterol só pode ser tomado na adolescência e ele é ainda muito pequeno. To perdida, pois a alimentação dele é bem saudável, com muitas frutas e verduras. Não come alimentos gordurosos e nunca coloquei nenhum tipo de farinha na mamadeira, somente o leite mesmo. A pediatra também me disse que pode ser hereditário, pois eu e minha mãe temos o Colesterol alto. O que eu poderia fazer para ajudá-lo a diminuir esse colesterol??? Gostaria muito de uma segunda opinião...Estou muito preocupada com meu bebê...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Lú,
      O mais provável é que o colesterol aumentado seja mesmo de origem genética, ainda que valha a pena fazer alguns ajustes na alimentação. Quanto ao uso de medicamentos, é restrito nesta faixa etária aos casos de hipercolesterolemia muto elevada (há valores certos para isso). Sugiro que procure uma boa nutricionista, e mantenha o acompanhamento pediátrico.

      Excluir
  2. Oi... gostaria de saber se posso passaro lleite do meu bb para ninho fases 1ele tem 3meses e mama aptamil desde o 5dia de vida???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iara
      Na ausência de leite materno, utilize SEMPRE as fórmulas lácteas (no caso, Aptamil) até pelo menos UM ANO de idade.

      Excluir
  3. Dr! Meu filho tem 1 ano e 2 meses, posso dar o neslac comfor?

    ResponderExcluir
  4. Dr! O meu filho tem 1 ano e 2 meses, posso oferecer o neslac comfor?

    ResponderExcluir

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.