terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Proteção anti-inseto - Postado por Jairo Len

Nesta época do ano a quantidade de mosquitos e pernilongos aqui em São Paulo (e litoral) piora demais. O ano todo é infestado, mas agora está um horror.
Atualizo aqui o que podemos fazer para a proteção anti-inseto. Infelizmente não há nada de novo ou milagroso no mercado.

Inseticidas de ambiente
Sempre podem ser usados, independente da idade das crianças.
Aqueles elétricos, de tomada, são bastante seguros, não causando problemas de intoxicação. Por experiência própria, morador de uma região com muitos insetos, posso dizer estes inseticidas-elétricos que não "garantem" uma proteção total. Mas ajudam. De acordo com recomendação dos fabricantes, devem ficar a mais de 2 metros do berço ou cama da criança. Não acho fundamental essa distância, caso a arquitetura da sua casa não permita...
Em quartos e salas com mosquitos, um inseticida em spray pode ser usado - mas o ideal é que as crianças só entrem no ambiente meia hora após. O volume de veneno é muito grande.
Aqueles sprays com temporizador são iguais (em relação à toxicidade), mas a meu ver não funcionam direito.
Raquetes elétricas para matar mosquitos são uma diversão familiar, um exercício. Cuidado com as crianças (risco de choque) e bom proveito. É uma terapia...

Repelentes
Até os 6 meses de idade a proteção individual é de "barreira". Telas-mosquiteiras, basicamente.
Os repelentes não devem ser utilizados, exceto em casos extremos (aonde o uso eventual de DEET é tolerado a partir dos 2 meses). Postei sobre repelentes há dois anos ("Repelentes") e vejo que não houve mudanças.
A partir dos 6 meses os repelentes à base de DEET (Off Kids, Repelex Kids) podem ser utilizados sem problemas - isso é recomendação da Academia Americana de Pediatria. Para proteger bem, você deve aplicar muito bem - sempre nas áreas descobertas, uma vez que não se deve aplicar repelentes em baixo das áreas cobertas por roupa.
Repelentes funcionam por "x" horas - e isso depende da concentração de DEET em cada um deles. Siga as instruções.
DEET é usado há mais de 50 anos, é um produto seguro e eficaz.
A icaridina (Exposis) também é um repelente eficaz que pode ser usado em crianças.

Não se recomenda o uso de "protetores solares + repelente de insetos" (2 em 1) em crianças. Ainda que existam alguns produtos combinados no mercado.

Citronela
Não deve ser passada em crianças abaixo dos 3 anos. Alguns repelentes que contém citronela podem conter algum veneno junto. Os que não contém funcionam pouco, a meu ver - e tem um cheiro fortíssimo, muitas vezes irritante. Velas de citronela afastam pouco os mosquitos, infelizmente.

Pulseirinhas e Adesivos
Não funcionam, não jogue dinheiro fora. Se ganhar de brinde, pode usar - mas associe algum repelente de pele junto.

Demais inseticidas de ambiente
Luzes roxas, apiradores de pernilongo, ondas ultrassônicas. Já testei de tudo em casa, não garantem proteção contra mosquitos. Mais dinheiro jogado fora.

Diversão e terapia garantidos





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.