quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Medicina Alternativa X Lucidez - Postado por Jairo Len

Li, na Folha.com, uma entrevista muito lúcida e interessante, com o pediatra norte-americano Paul Offit, um dos criadores da vacina contra rotavírus, sobre as "medicinas alternativas" e a incrível crença das pessoas nela. 
Offit é autor de inúmeros livros, incluindo o recém-lançado Do You Believe in Magic? -
"aonde dispara contra o mercado das vitaminas vendidas em altas doses, dos suplementos alimentares que prometem ações semelhantes à de remédios e dos profissionais que oferecem "curas" com preço alto mas sem base nenhuma em pesquisas para doentes terminais."
Ao mesmo tempo em que critica a medicina atual, pela falta de atenção e frieza com pacientes, ele julga "desconcertante que as pessoas tenham a ideia de que [a medicina alternativa] algo é seguro e funciona quando pode não funcionar e não ser seguro. Essa indústria, alternativa, é colocada como intocável"..."Gostaria que tivéssemos o mesmo ceticismo com a medicina alternativa que temos com a medicina moderna".

Concordo...às vezes atendo famílias, na Clínica, que são super preocupadas com os medicamentos alopáticos que usamos. São de ler bulas, pesquisar na internet sobre efeitos colaterais, estatísticas. Estamos falando de antialérgicos comuns, sem cortisona, de analgésicos ou antibióticos, sabidamente seguros quando bem indicados.
Estas mesmas famílias vão a um homeopata, por exemplo, mandam fazer uma medicação em uma farmácia qualquer de manipulação, remédios que contém 5% de álcool (= cerveja) e dão aos seus filhos. Sem bula, sem questionamento, sem imaginar que isso possa fazer mal ou, pelo menos, que não há qualquer comprovação científica...
Falo para estas famílias que não sou "exatamente" contra...mas me surpreende esta atitude: tanto senso crítico por uma lado, tanta leniência para outras coisas...

Enfim... Na pediatria não enfrentamos muitos desastres por causa das terapias alternativas, mas muitos conhecem os efeitos de não-tratar alguma doença mais séria, bandear para a terapia alternativa, e depois ficar tarde para consertar.

Para quem queira ler a entrevista completa, segue o link da FOLHA.COM


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.