terça-feira, 2 de setembro de 2014

Paracetamol com parafusos dentro - Postado por Jairo Len

Há duas semanas a imprensa mostrou alguns medicamentos que foram suspensos pela ANVISA, desta vez por erros grosseiros de produção e controle de qualidade (??).

Entre eles, por exemplo, o lote 1998101 do paracetamol 500 mg do Laboratório Teuto Brasileiro S.A., com validade até novembro de 2015. "Um consumidor identificou que, em um dos blisters do medicamento, havia um parafuso no lugar do comprimido", diz a Anvisa em nota.
Também, da Teuto, havia Cetoconazol com blister de Atenolol dentro, a neomicina + bacitracina no lugar da Nistatina, e a atorvastatina de 20 mg continha comprimidos de 10 mg dentro. 
Imagine um laboratório que comete erros grosseiros na apresentação final. O que você acha da QUALIDADE na fabricação dos medicamentos? Quem garante isso?

Com a criação dos medicamentos genéricos, inúmeros laboratórios sem qualquer tradição farmacêutica cresceram muito, viraram gigantes e maiores produtores de remédios. Não há, nunca houve, um rigoroso controle de qualidade e a fiscalização é parca. Não que a ANVISA deva abrir comprimido por comprimido, mas todos os casos acima foram identificados pelos consumidores finais.

Cada vez mais tenho certeza em escolher e prescrever medicamentos pelo LABORATÓRIO, e não pelo preço. Ser genérico, no Brasil, não garante QUALQUER qualidade. Pelo contrário: requer atenção, requer checar se o remédio está funcionando. Se é um medicamento para tratar um infecção aguda, como uma pneumonia, nem pensar: sempre medicamentos originais, se houver disponibilidade.

As diferenças de preços, hoje em dia, não são tão importantes, na maioria das vezes. Não há como negar que algumas vezes os genéricos ou similares custam um terço do preço do original...mas neste caso a pergunta é se "dá para comprar o original". Não importa que o outro custa 3 vezes menos.
Se você não faz isso na hora de comprar linguiça ou telefone celular, não faça com medicamentos.

Para comprar parafusos, Leroy Merlin.
Para medicamentos, fique de olho no fabricante!!!


Em casos de dor de cabeça, não exagere na dose.




Um comentário:

  1. Estive a ver e ler algumas coisas, não li muito, porque espero voltar mais algumas vezes,mas deu para ver a sua dedicação e sempre a prendemos ao ler blogs como o seu. Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante, e se desejar deixe um comentário. Abraço fraterno.António.

    ResponderExcluir

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.