quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Prevenção da Obesidade nos Primeiros 1.000 dias - Postado por Jairo Len

Os "primeiros 1.000 dias" compreendem o período do início da gestação até dois anos de idade - e é neste período que há a formação de inúmeros tecidos e órgão do nosso corpo, como a formação do cérebro, grande parte das células de gordura, do tecido ósseo, e assim por diante.
Sabemos que muitas informações que o organismo recebe neste período vão ser lembradas por toda a vida - cerca de 100 anos, no caso dos nossos filhos.
A obesidade é um problema cada vez mais frequente e vem se tornando um assunto de saúde pública.
No meu dia a dia do consultório pediátrico posso perceber como nós, pediatras, temos oportunidades de contribuir com esta prevenção através de medidas simples.
O que é importante quando falamos de obesidade?

Alimentação:

- Estimular e apoiar o aleitamento materno exclusivo. Apesar de ser algo natural, vejo que há necessidade, muitas vezes, de intervenção e ajuda para que amamentação seja duradoura. 
- O leite de vaca não é adequado antes do 1° de vida pois oferece excesso de proteínas, ( 2 X mais que o necessário para o bebê ) e este é um ponto crucial para que a criança se torne obesa. Hormônios importantes como a insulina são alterados desde cedo quando não usamos o alimento ideal. E, mesmo usando o leite ideal, é extremamente importante que as quantidades oferecidas sejam adequadas, e não exageradas. 
- A introdução de alimentos complementares, a partir dos 6 meses de vida, também deve ter um cuidado especial com rotina diária e evitando sempre o excesso de sódio e de gorduras.
- Oferecer frutas, verduras, leguminosas e proteínas sempre em proporção adequada. 
- Evitar alimentos com açúcar, industrializados, sucos e excesso de carboidratos. 
- Refrigerantes e demais refrescos ou néctares industrializados devem ser banidos por completo.

Exercício físicos:
- As atividades físicas são de grande importancia nesta fase. Atividades cotidianas, como o "senta e levanta" dos bebês mais novos; de andar com apoio e ajuda dos mais velhos, perto de um ano de idade; o andar e correr livremente em espaços abertos.
- O tempo gasto na frente da televisão e tablets definitivamente diminui o tempo disponível para as atividades livres - isso inúmeros estudos já comprovaram.

Hábitos 
- É comprovado que pais obesos apresentam maiores índices de filhos obesos, por questões genéticas, epigenéticas e socio-ambientais. Desta forma, as famílias obesas devem ser abordadas como um todo para mudança de hábitos da casa e uma alimentação saudável e balanceada para todos.

Correção do problema:
- É fundamental que a família (mãe, pai, avós e cuidadores) estejam cientes de que a obesidade é um problema. 
- Devem ser orientados pelo pediatra desde os primeiros sinais de que o bebê está ganhando mais peso que o necessário. 
- Todos devem trabalhar juntos para prover a melhor alimentação e hábitos saudáveis.
Metade dos casos de obesidade infantil inicia-se até os Primeiros 1.000 dias de vida. Por isso, todos os cuidados citados devem feitos em conjunto para oferecer um futuro saudável.

Texto publicado no blog "Começar Saudável", da Nestlé.

2 comentários:

  1. Dr Jairo,

    Fiquei com uma duvida. Se o leite de vaca nao é recomendado antes do 1o ano. O que fazer quando a mae que amamenta precissa complementar com leite industrializado. No caso da minha filha, com 3 precisei introduzir Nam ja que ela nao estava ganhando peso, mesmo eu tomando equilid de 12 em 12 horas. Fiquei preocupada.

    Obrigada,
    Renata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renata
      Quando falamos em não dar leite de vaca, falamos em leite in natura, integral, ou em pó.
      O NAN é uma fórmula láctea, cuja base é a proteína de leite de vaca, mas não pode ser considerado um "leite de vaca".
      Fórmulas lácteas são os alimentos ideais caso haja necessidade de complementação ao leite materno.

      Excluir

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.