quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

"Tipos" de vacina - Postado por Jairo Len

Mais uma vez escrevo sobre as diferenças entre vacinas oferecidas em postos públicos de saúde e nas clínicas particulares de vacinação. Esta é uma dúvida muito frequente dos pais.
No início de cada ano as sociedades pediátricas pelo mundo divulgam seus calendários oficiais, o que ocorreu nesta semana com a Sociedade Brasileira de Pediatria e a Academia Americana de Pediatria. Todo anos o esquema de vacinação tem pequenas alterações.

Clínicas X Postos de Saúde

A principal diferença, a meu ver, está no uso (rede particular) da vacina contra pneumococos 13-valente, ante o uso da Pneumo-10 nos postos de saúde. Esta vacina contra pneumococos, bactérias que causam meningites, otites e pneumonias, é extremamente importante, e estes "3 sorogrupos" a mais que a Pneumo-13 protege são fundamentais para o hemisfério sul. Calcula-se que se todas as crianças a recebecem, teríamos 2.500 óbitos a menos por ano no nosso país. Aplicada com 2-4-6 e 15 meses.

Outra que não é a mesma é a vacina contra rotavírus. Na rede pública, aplica-se a monovalente (que cobre 70%) dos casos, contra a rotavírus pentavalente (rede particular, 99% de cobertura contra a doença). Aplicada aos 2-4-6 meses.

Na rede particular, há mais de uma década se usa a vacina tríplice (DTP, contra difteria, coqueluche e tétano) "acelular", e já combinada com poliomielite inativada, hemófilus e hepatite B (Hexavalente). As vantagens são a necessidade de menos picadas e um número bem menor de reações. A eficácia da hexavalente é muito alta. Aplicada aos 2-4-6 e 15 meses.

Outro detalhe: a vacina contra catapora é aplicada aos 12 meses na rede particular, e nos postos aos 15 meses. Não entendo essa diferença - é uma vacina que deve ser aplicada na idade mínima, como é feita no mundo todo (com 1 ano de idade).

Obviamente não vamos entrar em qualquer mérito de atendimento, armazenamento de dados, registros e vacinas, etc... porque isso é impossível de ser comparado, nem é a principal questão que separa postos e clínicas.

É nesta hora que você percebe como existem diferenças entre a vacinação ideal (que os norte-americanos recebem gratuitamente, e você paga bem caro por aqui) e a vacinação realizada pelo nosso governo - tão preocupado com a sua saúde como está preocupado com a sua segurança, educação, água, luz e corrupção.

2 comentários:

  1. DR. Jairo
    Poderia me responder, uma criança que tomou todas as 04 doses da vacina pneumococita 10 valente no posto (3, 5, 7 e 16 meses) poderia tomar a 13 valente? Quantas doses seriam necessarias? e com que idade poderia tomar a 13 valente considerando que tomou a ultima dose da 10 valente com 16 meses? Obrigado desde ja pela informação. Abs, Paulo Martins - RJ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Paulo,
      Recomendo que seja aplicada uma dose de Pneumo 13-valente. Pode ser realizada através de UMA única dose, desde que acima de um ano de vida.

      Excluir

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.