terça-feira, 30 de junho de 2009

Uso e Abuso de Vitamina C - Publicado por Jairo Len

Com a chegada do inverno e da Gripe Suína, recebi vários e-mails e telefonemas sobre a necessidade da suplementação com Vitamina C (entre outras receitas curiosas para ajudar a prevenção de doenças).
MITO
A uso excessivo de vitamina C é muito comum. Você encontra na farmácia pastilhas com 1 ou 2 gramas, e inúmeras fórmulas infantis.
A falta absoluta de vitamina C pode trazer doenças importantes, como o escorbuto, fadiga, depressão, alterações de pele.
Porém, a necessidade diária de um adulto é de 60 mg de vitamina C, e da criança, 30 mg. Estas quantidades são conseguidas com meio copo de suco de frutas, como os cítricos, goiaba, acerola, caju. E a vitamina C está presente em legumes, verduras e quase todas as frutas.
Todos os polivitamínicos contém estas doses necessárias de vitamina C, como o Revitam jr, Kiddi, Clusivol composto, Centrum, Pharmaton ou Supradyn.
Nunca se comprovou cientificamente (e já houve larga investigação) que o uso de altas doses de vitamina C possa aumentar a imunidade, ter efeito protetor ou antioxidante.
Pessoas com tendência a cálculos renais devem ter muito cuidado com o uso de altas doses artificiais dessa vitamina, porque sua excreção é renal e favorece a nefrolitíase.

2 comentários:

  1. Tenho gêmeos, dois meninos e gostaria de saber qual vit C em gotas e' melhor indicado ( nome comercial)? Ou polivitaminico? Não são magros, mas estão tendo amigdalite direto! Obrigada

    ResponderExcluir

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.