terça-feira, 21 de junho de 2011

O inverno chegou... - Postado por Jairo Len

...E com a chegada do inverno, vem a piora da qualidade do ar em São Paulo...
Por causa do fenômeno climático da "inversão térmica", os dias tem uma tendência de ficarem mais secos e mais poluídos. O fim das aulas ajudará muito, mas mesmo assim algumas providências podem ser tomadas para se evitar o aumento de doenças respiratórias.
Sempre repito para os pais que as crianças sem problemas respiratórios não precisam de cuidados especiais, como o uso de umidificador de ar.
Mas muitas crianças e adultos sofrem muito com o ar seco - que pode chegar em 10% de umidade relativa - o que equivale a um deserto, daqueles bem secos - causando aumento significativo de coriza, tosse, crises de asma e pneumonias.
O uso de umidificador de ar é fundamental para este grupo, sempre que a umidade relativa estiver abaixo dos 40% (no quarto, à noite). Hoje em dia você encontra os hidrômetros em reloginhos made in China bem acessíveis e pode fazer este controle de forma fácil.
Manter a umidade em torno dos 60% é o ideal.
Lá na Clínica eu tenho um umidificador que é auto-regulável. Você regula a umidade que quer. Um sensor lê a umidade do ar e liga-e-desliga o aparelho de acordo com o regulado. Uma excelente e cara opção, fabricado pela Nuk.

O umidificador com sensor de umidade relativa do ar
Lembro que as bacias de água não tem nenhuma utilidade para aumentar a umidade relativa do ar. Toalhas molhadas na cabeceira da cama podem ajudar, em "emergências". Ideal é investir no umidificador.

Um comentário:

Agradeço todos os comentários!
De acordo com normas do Conselho Federal de Medicina, determinadas orientações só podem ser feitas após consulta médica ou avaliação/seguimento - portanto não posso responder perguntas detalhadas e individualizadas neste canal.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.