quarta-feira, 27 de maio de 2009

Uso excessivo de torpedos (SMS) é prejudicial para adolescentes - Publicado por Jairo Len

Cada adolescente norte-americano enviou e recebeu uma média de 2.300 torpedos no quarto trimestre de 2008, segundo a Nielsen Co. - quase 80 mensagens por dia, mais que o dobro da média de um ano antes.
Este exagero - média de 80 SMSs por dia - começa a preocupar médicos e psicólogos. A prática pode causar ansiedade, distração na escola, queda nas notas, lesão por esforço repetitivo e privação de sono.
Até o contato com os pais através de SMS é criticado: muitos adolescentes estão perdendo a oportunidade de aprender a tomar decisões e, por "qualquer motivo", procuram os pais ("que cor de camiseta eu devo comprar?").
"Entre os trabalhos da adolescência estão se separar de seus pais e encontrar a paz e a tranquilidade para se tornar a pessoa que você escolheu ser", explicou a psicóloga Sherry Turkle, diretora do Initiative on Technology and Self do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), pesquisadora do uso de torpedos entre adolescentes na área de Boston pelos últimos três anos. "Os torpedos atingem diretamente essas duas tarefas". Quanto à paz e à tranquilidade, ela continuou, "se algo próximo de você está vibrando a cada dois minutos, fica muito difícil entrar nesse estado de espírito".

Estrapolo um pouco todo este raciocínio para nós, adultos...

FONTE: The New York Times

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Manga com leite - Publicado por Jairo Len

Com grande frequência - particularmente na semana passada - me surpreendi durante uma consulta de puericultura aonde a avó não acreditou quando eu disse que, entre outras opções para melhorar a aceitação de leite, poderiamos bater com alguma fruta, inclusive manga.
"Manga com leite? Não é tóxico?"
Não...não é.
Essa crença e inúmeras outras ainda sobrevivem no nosso dia a dia. Ninguém sabe exatamente de onde surgira, sempre há uma teoria para explicar.
Só para relembrar (embora a maioria não fazia idéia) do alguns tabus alimentares:
- Manga com leite: faz mal (FALSO)
- Melancia com uva ou vinho causa indigestão (FALSO)
- Banana é "pesado" à noite (FALSO)
- Leite + Bebida alcoólica "talha" no estômago (FALSO)
- Comer melancia com caroço causa apendicite (FALSO)
Já ouviu outro?
Envie...vamos checar...mas com certeza é TABU...

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Corantes X Hiperatividade - Publicado por Jairo Len

Por sugestão de uma assídua leitora do blog, fui atrás de informações sobre os CORANTES alimentares e sua possível relação com hiperatividade e déficit de atenção (TDA/H).
Que os corantes são potencialmente alergênicos, não há a mínima dúvida, pricipalmente os amarelos e os vermelhos, artificiais. Que "quase tudo" industrializado tem corantes, idem. Porque determinadas coisas contém corantes artificiais, eu NUNCA obtive resposta (como por exemplo comprimidos de remédios, xaropes antialérgicos, antibióticos, macarrão, maionese, etc...).
De qualquer forma, o assunto aqui é a relação dos corantes e a hiperatividade e déficit de atenção.
Inúmeros estudos científicos nos últimos cinco anos comprovaram que existe relação causal entre a ingestão de alguns corantes e a hiperatividade, publicados em revistas de alta credibilidade, como a The Lancet.
Importante ressaltar que os estudos comprovam que há PIORA do grau de hiperatividade quando há consumo de corantes, nas crianças com o diagnóstico de Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade - TDA/H), e não que os corantes CAUSAM hiperatividade em crianças que não são tidas como hiperativas.
Ou seja: faz parte do tratamento da TDA/H a retirada de determinados corantes da alimentação, mas as crianças sem TDA/H não precisam ser afastadas dos corantes.
OBS: Crianças sadias não precisam ser privadas dos corantes, mas há uma política rígida no mundo civilizado proibindo cada vez mais o uso de determinados corantes na alimentação infantil... Não faz mal nenhum tentarmos reduzir o consumo de corantes artificiais.

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Gripe é coisa séria - Publicado por Jairo Len

Como está difícil escapar do assunto (não só eu, mas todos nós), vamos falar um pouco da seriedade da GRIPE.
E desta vez, vamos falar sobre GRIPE SAZONAL (Seasonal Flu), aquela famosa GRIPE, que existe uma vacina eficaz contra ela, há vários anos, que muda a cada temporada.
Você sabia que a GRIPE mata 20.000 americanos por ano? Sendo que, antes da vacinação em massa, 80 a 100 crianças perdiam a vida por GRIPE anualmente por lá?
No Brasil, apesar da dificuldade de kits diagnósticos, são relatadas mais de 700 mortes ao ano por causa da GRIPE. E um sem-fim de internações e complicações.
Claro que em nosso clima as GRIPES são menos devastadoras que no hemisfério norte, mas não é um problema para ser esquecido.
A GRIPE (por Influenza A - H1N1) mostrou como a doença é importante, suína ou não.

Insista para que as pessoas acima dos 60 anos sejam imunizadas contra o Influenza A e B, vírus causador da GRIPE. Idem para as crianças pequenas sob risco (berçários, irmãos mais velhos em idade escolar). Na verdade, a vacina pode conferir grande proteção a todos nós.

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Piercing - Publicado por Jairo Len


Com frequência as mães me perguntam sobre os problemas que os piercings podem causar. Na verdade, querem um "bom motivo" para proibir ou convencer seus filhos a não colocá-los...
Costumo citar alguns dados importantes, para ajudá-las na árdua tarefa:
- A lei estadual de São Paulo nº 9.828, de 1997, proibe a aplicação de piercing e tatuagem em menores de 18 anos de idade, mesmo com autorização dos pais. Incluem-se todos os tipos de alfinetes, argolas, espassadores, etc...que perfurem qualquer parte do corpo humano. Exceto lóbulo da orelha.
- Há comprovação científica que os piercings na língua e região oral tem relação direta com o aparecimento de câncer nesta região.
- Piercings na boca também aumentam bastante o risco de contrair doenças infecciosas, como herpes, hepatite B e AIDS, no caso de contato oral com pessoas contaminadas (devido às micro-lesões nas mucosas).
- Os piercings interdentais tem relação comprovada com perda de dentes e doença periodontal.
- Piercings no umbigo aumentam sensivelmente o risco de infecção local e, quando retirados futuramente, deixam cicatrizes.
- Os piercings nasais tem relação com aumento de rinite e infecção local.
- Independente do local, há comprovação que os piercings, dependendo de cada pessoa e cada material, aumentam o risco de quelódes na pele.
- Já fora do plano "físico", há pesquisas mostrando que o uso de piercings altera o modo como as pessoas se veem e como os outros as veem. Posto que vivemos numa sociedade gregária, é importante mostrar sempre aos filhos que o que fazemos com o nosso corpo, em todos os sentidos, é importantíssimo para o futuro.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Gripe H1N1 - Gripe Suína - Publicado por Jairo Len

Tenho escrito pouco sobre a Gripe H1N1 porque a idéia deste blog é publicar as notícias que as pessoas "não leem" no dia-a-dia...e a Gripe H1N1 vem sendo extensamente aborbada.
Porém, recebo dezenas de ligações diariamente de pais preocupados com o assunto, e com algumas dúvidas interessantes, necessitando alguns esclarecimentos.
Resumo o que mais tenho falado:

- O mundo se assustou com esta Gripe por causa do alto índice de mortalidade (20 a 30%) que ocorreu, bem no início, no México. Não é o que os dados mostram após algumas semanas passadas: nos EUA houve 3 mortes em mais de 2.600 infectados - número bem abaixo do esperado para as Gripe "mais comuns".
- Ao todo são 53 mortes em mais de 5.600 doentes. Menos de 1%, número considerado "normal" para Gripe.
- Parece chamar atenção a facilidade da transmissão do Influenza A - H1N1, bem maior que das Gripes comuns. Não é verdade. As transmissão do novo vírus é igual à dos vírus circulantes no mundo.
- Em média, nos últimos anos, entre 50 e 100 pacientes na faixa pediátrica perderam a vida por causa de Gripe por Inflenza (A ou B) nos Estados Unidos, ANUALMENTE. Um problema extremamente sério que fez com que os norte americanos colocassem a vacina contra gripe como OBRIGATÓRIA no calendário vacinal. No primeiro ano, o número de mortes caiu pela metade.
- No Brasil, me parece que a vigilância epidemiológica está sendo feita de forma organizada, apesar de estar décadas atrás do que se faz nos Estados Unidos.
- GRIPE (H1N1 ou outras) não é nem parecida com RESFRIADO.
TODAS as GRIPES são acompanhadas de febre alta (mais de 38,5ºC), dores fortes no corpo, tosse seca, dor de cabeça e mal estar geral.
- No nosso meio (São Paulo): ainda não é hora de "pânico", de evitar lugares fechados e cheios de gente, de desmarcar compromissos (teatros infantis, etc...). Acho que não chegaremos a esse ponto.
- Não recomendei nenhum cancelamento de viagens para os Estados Unidos ou Europa, a turismo, que já estavam programadas.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

UMIDIFICADORES DE AR - Publicado por Jairo Len

Definitivamente chegou a estação do ar seco em São Paulo. A tendência, até agosto, é da maioria dos dias apresentar umidade relativa do ar abaixo dos 50%, podendo chegar a 25%. O ideal é tentar manter a umidade relativa do ar acima de 50 %.
O único modo de melhorar um pouco são os umidificadores (produzem umidade "a frio") ou os vaporizadores (produzem vapor, umidade "quente").
Ambos servem para a mesma coisa - e cada família tem suas preferências.
Como nesta época do ano existem dias de calor, a meu ver os umidificadores são melhores que os vaporizadores - não esquentam o ambiente. Não que os vaporizadores funcionem como aquecedores...mas eles esquentam um pouco o quarto.
Além disso umidificadores não tem o risco de causar queimaduras nas crianças que, acidentalmente, põe a mão no aparelho - o que eu já vi acontecer com os vaporizadores.
Sempre que a umidade relativa do ar estiver abaixo de 50%, estes aparelhos devem ser usados - principalmente nas casas em que as crianças tenham tendências alérgicas das "vias aéreas " - rinites, sinusites, asma, brinquites...

Não tenho uma marca específica para recomendar- existem inúmeras marcas em farmácias, casas cirúrgicas, internet, com preços variando de R$ 50,00 (vaporizadores são sempre mais baratos) a R$ 300,00. Quando compro, procuro sempre um fabricante que ofereça assistência técnica "fácil", e de uma marca mais conhecida.
Prefira sempre os silenciosos e com regulagem de vazão. Todos tem consumo de eletricidade parecido (40 a 60W) e esqueça as promessas de ionização, purificação, etc...

terça-feira, 5 de maio de 2009

Refrigerantes...eles de novo - Publicado por Jairo Len

Sete refrigerantes tem substâncias nocivas, revela pesquisa da Fundação Pro-Teste.

Em pesquisa com 24 refrigerantes, a Pro Teste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor) verificou que 7 deles têm benzeno, substância potencialmente cancerígena. O benzeno surge da reação de um conservante, o benzoato de sódio, com a vitamina C. Como não há regra para a quantidade do composto em refrigerantes, usou-se o limite para água potável: 5 microgramas por litro.

Os casos mais preocupantes foram o da Sukita Zero, que tinha 20 microgramas, e o da Fanta Light, com 7,5 microgramas. Os outros cinco produtos estavam abaixo desse limite, mas ainda continham o benzeno. São eles: Dolly Guaraná, Dolly Guaraná Diet, Fanta Laranja, Sprite Zero e Sukita.

Fernanda Ribeiro, técnica da Pro Teste, diz que é difícil estudar a relação direta entre o benzeno e o câncer em humanos, mas que já se sabe que a substância tem alto potencial carcinogênico e que, se consumida regularmente, pode favorecer tumores.

A química Arline Arcuri, pesquisadora da Fundacentro e integrante da Comissão Nacional Permanente do Benzeno, diz que o composto vem sendo relacionado especialmente a leucemias e, mais recentemente, também ao linfoma.
O fato de entrar em contato com o benzeno não significa necessariamente que a pessoa vá ter câncer - há organismos mais e menos suscetíveis. "Mas não somos um tubo de ensaio para saber se resistimos ou não, e não há limites seguros de tolerância. O ideal, então, é não consumir", diz Arcuri.

Na tabela abaixo, nota-se que corantes nocivos também fazem parte da composição dos refigerantes.

Precisamos mais dados para reduzir seu consumo, principalmente para as crianças?

sábado, 2 de maio de 2009

O colo da mãe alivia a dor - Publicado por Jairo Len


A idéia não é acabar com a lógica "foi para o colo da mãe e parou de chorar = era manha".

Mas um estudo coordenado pela Profa. Ruth Guinsburg constatou que um colinho de mãe em conjunto com solução glicosada a 25% (água com açúcar) pode diminuir a sensação de dor que o bebê sente nas intervenções doloridas. Para chegar à conclusão de que o colo da mãe faz diferença, foram estudados quatro grupo de bebês quando estes tomaram a vacinação contra a hepatite B.

No primeiro grupo, foi oferecido à criança apenas a solução glicosada. No segundo, foi pedido para que as mães ficassem em contato direto com o seu filho na vacinação. Já o terceiro grupo foi beneficiado com os dois procedimentos: solução glicosada e colo de mãe. O último foi o grupo controle onde foi realizada somente a vacinação.

Colo da mãe + água com açúcar trouxeram os melhores resultados. Só colo também funciona, e só água com açúcar também (já publicado aqui no blog anteriormente).

Pelo menos uma lição fica:
Sempre que puder, esteja presente quando seu filho tiver que passar por algum procedimento doloroso. Seja forte e lembre-se de que isso reduzirá a dor que ele sentirá.
Sempre coloco isso para as mães que querem (até) sair da sala na hora de aplicar as vacinas
...